20 anos de Sauber e Barrichello na F1

FERNANDO SILVA [@Fernando_Silva7]
de Sumaré

Vai começar, amigos e amigas amantes do automobilismo. Logo mais, a partir das 22h30 (horário de Brasília), vai começar mais uma temporada do Mundial de F1. Temporada tão aguardada quanto imprevisível. Mas neste breve post quero falar sobre outro  acontecimento importante ocorrido em 14 de março. Há exatos 20 anos, Rubens Barrichello fazia sua primeira corrida de F1. Aliás, não só Barrichello, mas também a gloriosa Sauber estreava no grid naquela nublada tarde de domingo no circuito de Kyalami, África do Sul.

Barrichello iniciou ali em Kyalami a carreira mais longa de um piloto de F1. Considerado um dos brasileiros mais bem-sucedidos depois dos campeões Emerson, Nelson e Ayrton, Rubens agora dá sequência à sua carreira na Stock Car e vai competir neste fim de semana em Curitiba. Mas, ao longo do ano, o veterano piloto será um dos comentaristas da Rede Globo na F1, como informou o boss Victor Martins no seu blog.

A Sauber jamais venceu uma corrida, mas conquistou grandes feitos em sua história. Nos tempos em que equipes vem e vão, o time liderado por Peter Sauber é o quarto mais antigo  da F1 atual, ficando atrás somente de Ferrari, McLaren e Williams. A Sauber revelou grandes pilotos, como Kimi Räikkönen, Felipe Massa, Sergio Pérez e Kamui Kobayashi, além, claro, de Michael Schumacher, quando o time suíço contava com o apoio da Mercedes e disputava o antigo Mundial de Marcas.

Além disso, a Sauber foi a primeira equipe da história da F1 a entregar seu comando para uma mulher. Monisha Kaltenborn agora é a comandante do time de Hinwil e mantém o sempre austero e discreto, porém eficiente, estilo de administração que tanto caracterizou Peter Sauber, hoje ainda presidente do conselho da equipe que leva seu nome.

Lá em Melbourne, a Sauber abre nova fase com uma dupla de pilotos renovada: Nico Hülkenberg alinhará ao lado de Esteban Gutiérrez. Ambos levarão nos novos e acinzentados C32 uma inscrição comemorativa dos 20 anos da primeira largada da equipe na F1. Lá em Curitiba, certamente Rubens Barrichello vai recordar da sua primeira corrida e do início de uma carreira bastante consistente na principal categoria do automobilismo.

Relembre abaixo a íntegra do marcante GP da África do Sul de 1993 (narrado em alemão e transmitido pela RTL), o último da F1 em solo africano, mas o primeiro de tantos da Sauber e de Rubens Barrichello. Alain Prost, vencedor da corrida, estreava pela Williams e iniciava ali sua cruzada pelo tetracampeonato. Ayrton Senna fechou em segundo e Mark Blundell, de forma surpreendente, foi terceiro colocado correndo pela então promissora Ligier, empurrada pelo motor Renault.

Tags: , , , , , ,

6 respostas para 20 anos de Sauber e Barrichello na F1

  1. Claudio La7 disse:

    E 20 anos sem F1 na África. Triste…

  2. Antonio Pessoa disse:

    Olá Fernando.
    Uma correção importante: A Sauber venceu 1 corrida sim, como BMW-Sauber, no GP do Canadá de 2008 com Robert Kubica.
    Abraço.

    • Fernando disse:

      Olá, Antonio. Sim, de fato. Mas nesse tempo a Sauber só entrava com o nome, toda a administração e organização da equipe era feita pela BMW. Entre 2006 e 2009, o comando da equipe ficou com os bávaros, que arrendaram o time antes de saírem de cena. A partir de 2010, o grande Peter Sauber retomou a administração do time.
      Abraço e valeu pela audiência!

      • Nicolai Znamensky disse:

        Então não foram 20 anos de F1…Acho sim que deveria colocar na conta da Sauber, apesar da BMW. Afinal, os alemães compraram e venderam a estrutura para o Peter Sauber.

  3. Cristiano disse:

    Bom, mas se consideram o período da BMW para somar 20 anos, é coerente contar a vitória para eles.

  4. Tiago Montoya disse:

    Confere, se são contados 20 anos, a vitoria também tem que ser considerada! E o vencedor na ocasião? Conseguiu contrato na DTM?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.