Arrogância programada

Felipe Paranhos

Luca di Montezemolo arrotou mais uma vez sua arrogância. Desta vez, em relação às equipes pequenas da F1. Em entrevista ao canal Sky Sports, o italianão comentou o acidente de Felipe Massa no GP do Canadá, no último domingo (12).  “Este é o problema dos carros lentos e de pilotos inexperientes”, disse.

Ora, velho Monte, todos os primeiros colocados têm de passar por retardatários. Karthikeyan não foi lá muito gentil? De fato. Mas isso acontece a todo momento, deve ser bem difícil dirigir uma Hispania, apertar trocentos botões e, praticamente a cada volta, ter de dar passagem a alguém. Além disso, as condições da pista exigiam cuidado de quem jogou o carro para a parte molhada, não? Acho que outros pilotos além de Massa enfrentaram situação parecida. Felipe errou e pronto.

A verdade é que, assim como Ecclestone procura motivo para cobrar mais dinheiro dos organizadores de GP, Montezemolo inventa razões para pregar num momento pouco adequado, como quando religiosos te acordam às 7h do sábado, as benesses da instituição do terceiro carro para os grandes times e da extinção das pequenas equipes da F1. Monte tenta tirar a atenção da falta de resultados da Ferrari falando de outro assunto, criticando outras equipes.

Não cola. Nunca cola. Ainda bem.

Tags: , , , , , , , ,

44 respostas para Arrogância programada

  1. Eduardo Azeredo disse:

    Destacaria com “as benesses da instituição do terceiro carro para os grandes times – fazendo da F1 palco de um jogo de equipe tão tosco e descarado quanto o que ocorre no DTM – …”

  2. Gustavo Oliveira disse:

    E sobre a Ferrari que quase tirou a vida de Mike Rockenfeller em Le Mans, nenhuma palavra, velho monte?

    • philipe speed disse:

      falou pouco mas falou bonito. fora a ferrari que quase matou o mcnish….. duas ferraris tiraram dois audis e quase mataram seus pilotos. chupa essa monte…. rsrsrsrs

  3. Gil Queiroz disse:

    Massa agora adotou o discurso do Rubinho, chorando e sem mostrar serviço. Por outro lado, nenhum religioso me acorda às 7 h, durmo tranquilo e acordo quando quero, na boa.

  4. Joao Carlos disse:

    Felipe, seu comentário não me parece correto, mas sim, descabido, de quem parece não entender do assunto ou estar sendo parcial em relação ao Massa. A obrigação do retardatário é DAR PASSAGEM sem dificultar ou interferir no resultado da corrida. A critica do Montezemolo procede. Se é dificil para o Karthikeyan pilotar um “carro” sem condições não é problema de ninguem, só dele que aceitou a incumbencia.

    • Felipe Paranhos disse:

      João, Narain pilota um carro 5s5 mais lento do que o líder. Imagina o que é um carro 5s mais rápido vindo no meio de um trecho que não chega a ser o mais rápido do circuito. Não é fácil deixar passar, ainda mais naquelas condições de seco-chuva. Karthikeyan pode não ser um ótimo piloto, mas ele não dificultou a ultrapassagem. Acho que o Felipe foi otimista demais em relação a colocar o carro no molhado, senão teria reduzido um pouco e esperado Narain facilitar. Afinal, melhor perder dois segundos do que tentar ultrapassar, rodar e bater sozinho.

    • philipe speed disse:

      barbeiragem pura do massinha ….. abre o olho pois ela já desceu para massinha assim como o rubinho.

      o massinha foi confiante demais e se @#$%¨sozinho – isso sim foi patético.

      todo mundo passou a hispania e só o massinha fez aquela merda – era só assumir e pronto mas o medo de perder o emprego é demais – por isso sou fã de kannan pois ela tá se @#$% por vaga mendigando – o cara pega um carro mediano e da um calor nos grandes.

      se for nesta linha de raciocínio manda a montezemolo retirar as porcarias de ferraris da le mans pois estas carroças vermelhas quase mataram dois pilotos da audi nesta última corrida. e aí joão, o que vc tem a dizer?

      carros lentos fazem parte do jogo – até na indy que são carros iguais para todo mundo tem piloto que toma 2 voltas em determinadas corridas.

      ninguém mandou o massinha ir no molhado – foi porque quis, ou seja foi um mamão danado.

  5. tom disse:

    Felipe, se a Hispania e 5 segundos mais lenta entao o Monte tem razao. Essas equipes sao um risco e so servem para empregar pilotos mediocres como o indiano, e outros que passaram por la. Alias o Massa podia pilotar uma Hipania pois ele e tao mediocre quanto ela.

    • Felipe Paranhos disse:

      Pô, Tom, mas todo mundo ultrapassa a Hispania com tranquilidade. Só foi um risco pro Massa…

    • philipe speed disse:

      tom – se você tiver um carro 1.0 na garagem por gentileza não me aparece com ele na rua se não pode ser que alguem com um 6 cilindros passe por cima de seu carro rsrsrsrsrsrs

      carros lentos fazem parte do show e o massinha foi o protagonista deste espetáculo.

      sempre vai haver isso mediocre foi o massinha que arrumou desculpa para uma cagada que ele mesmo fez.

    • philipe speed disse:

      Vamos tirar as porcarias das ferraris de Le mans, pois este ano quase mataram dois pilotos velocíssimos da Audi.
      Faz um favor né parceiro – carros lentos fazem parte do show.
      O massinha é que vacilou feio.

  6. Eduardo Azeredo disse:

    Existe uma regra para barrar carros lentos. Quem ficou nessa barreira e foi “perdoado” foi o D’Ambrosio.

    Pra mim foi um erro claro do Massa que, pela milionésima vez, joga a responsabilidade do erro nos outros.

    O Narain em momento algum dificultou a ultrapassagem. E francamente, não é o pedal do aceleredador do Narain que vai fazer o Felipe rodar.

  7. tom disse:

    Felipe, por isso e q eu o considero mediocre.

  8. Eduardo Azeredo disse:

    Em tempo, duas corridas atrás quem era retardatária era a própria Ferrari. Duas corridas de pneus macios e eles já esqueceram disso? Wow.

  9. Marco Galvão disse:

    Acho que o Massa, sob pressão que está, errou, assim como Louis Hamilton tem errado. A diferença é porque a pressão de Hamilton é dele sobre ele mesmo, desde que Schumacher fez aquela ultrapassagem espetacular sobre ele em Mônaco. Felipe tinha sim que ser mais prudente e ter usado a cabeça em vez de somente o pé direito. Para Felipe derrotar Alonso, seu algoz, ele terá que fazer como Button faz, manter a tranquilidade e ir beliscando os pontos.

  10. tom disse:

    Felipe, desculpe-me por tomar o seu tempo mas tenho uma duvida. O q vale mais: Uma equipe mendiga sem patrocinio ou o terceiro carro de uma Red Bull ou McLaren? Afinal de contas a F1 e o maior exemplo de arrogancia no mundo esportivo. Vamos e venhamos, F1 e para quem pode e nao para qualquer um que quer. Para mim ate o terceire carro da Force India que esta longe de ser grande, tem mais valor que uma Hispania inteira. Mas isso nao exenta o Massa nao, concordo com vc.

    • Felipe Paranhos disse:

      Tom, mas a história da F1 é repleta de equipes pequenas. E nem por isso a F1 deixou de ser fantástica. Não troco a Hispania por uma Toyota ou uma Honda, que tinham os maiores orçamentos da F1, torraram bilhões e bilhões de dólares, e não conseguiram resultados decentes.

  11. mauricio disse:

    desculpe Tom. Mas a Ferrari sempre foi arrogante e todos que lá trabalham. O que não pode é ficar colocando erros nas costas dos outros. O bebê chorão do ALONSO e não Massa ficou todo irritadinho com a Renault do Petrov por não deixá-lo passar.
    Tenho dito.

  12. Fábio Fontoura disse:

    Felipe Massa está tão pressionado que já não consegue se manter calmo diante da esmagadora superioridade de Alonso. A cada corrida que passa e ele não consegue superar seu companheiro de equipe a situação fica mais insustentável. Na minha opinião ele perde a vaga. Se Kimi Raikkonnen (campeão) perdeu a vaga, porque ele não perderia? Só se for por imposição de Alonso, que deve considerar bastante interessante ter um companheiro como ele…

  13. Ferreira disse:

    Olá Felipe. Gosto muito do GP e acompanho o trabalho de vocês a anos, todos os dias. Sou um apaixonado por automobilismo.

    Concordo com com você quando diz que a Ferrari tem sido arrogante em seus argumentos.

    Entretanto, há uma referência pejorativa a religiosos. Principalmente quando você diz que Montezemolo “inventa razões para pregar” e o compara então com religiosos que pregam nas manhãs. Acredito que a sua intenção não tenha sido proposital de ofender ou provocar alguém.

    Se, quando cita religiosos, você se refere às Testemunhas de Jeová – que há decadas têm realizado este trabalho de pregar as boas novas – gostaria de esclarecer-lhe alguns fatos:

    Talvez você tenha sido acordado durante a manhã por uma Testemunha de Jeová, e com toda razão, tenha ficado irritado com isso. Lamento que isso tenha ocorrido. Nosso objetivo não é acordar as pessoas, mas sim compartilhar com as elas as boas novas contidas na bíblia (Mateus 24:14).

    Nós não inventamos razões para pregar. Apenas seguimos a ordem de nosso líder Jesus. Antes de ascender aos Jesus ele ordenou a seus discipulos que pregassem. Encontramos essa ordem na bíblia no livro de Mateus 28:19,20. Quando esteve na Terra, Jesus gastou todo o seu tempo pregando. Seguindo seu exemplo, os discipulos de Jesus também pregravam as boas novas de casa em casa (Atos 20:20).

    Hoje, em obediência a essa ordem de Jesus, Testemunhas de Jeová no mundo todo reservam algum tempo de seus dias de folga para pregar as boas novas.

    O que elas pregam? No que acreditam? Poderá obter mais informações no site http://www.watchtower.org

    Lamento qualquer mal entendido.
    Um grande abraço
    Ferreira

    • Felipe Paranhos disse:

      Opa, Ferreira. Desde já, minhas desculpas a você e às Testemunhas de Jeová se fui ofensivo. Definitivamente não foi a intenção. Reli minha frase e vi que há uma ambiguidade, mesmo: parece que as Testemunhas de Jeová inventam razões para pregar. O que quis dizer foi que ele, de certa forma, usa momentos inadequados para criticar as equipes novatas — no caso, a atual fase ruim da Ferrari. E a relação é com os sábados pela manhã, primeiro horário de descanso após uma semana intensa de trabalho.

      Seu comentário, Ferreira, é extremamente sensato e educado, como devemos todos ser. Num lugar, a internet, em que pessoas ofendem as outras simplesmente porque não pensam igual em relação a uma besteira, como o automobilismo, é muito bom ver que, ao se sentir atingido em relação a uma coisa séria, que é a fé, você escreveu com toda a educação.

      (E, na verdade, quem me acordou no sábado de folga às 7h foi o pessoal de uma paróquia católica. De qualquer forma, minhas desculpas. Grande abraço.)

  14. Fábio Fontoura disse:

    Me antecipando a qualquer comentário contrário a minha opinião, sempre torci para o Massa, mas já esperava que ele não se saísse bem diante de Alonso. Fato, ele não é páreo para o espanhol… Infelizmente! Foi assim no ano passado e se confirma nesta temporada.

  15. Verde disse:

    Acho formidável a existência de gente que veja beleza em um grid com quatro ou cinco equipes. Que acha que a Fórmula 1 deveria ser a DTM ou o Tour de France.

    Na boa, não consigo entender o ódio às equipes pequenas. De um mafioso de merda como o Montezemolo, é até explicável. De pessoas normais, é bizarro, é querer ser elitista do sofá de casa.

  16. Gustavo Lopes disse:

    Quando A FIA introduziu mais 3 equipes na F1, achei que iria melhorar muito o espetaculo, teria mais disputas, mais oportunidades para jovens pilotos. Mas o que aconteceu é que as 3 pequenas equipes são um fracasso, só há disputas internas de piloto, pois a Lotus não alcança ninguem das equipes médias, a Vigin não alcança a Lotus e a Hispania não alcança a Virgin.
    Já acho que a ideia de um terceiro carro tará aquilo o que o espetaculo precisa.
    Mas já pensou qual seria o discurso do Luca de Motezemolo ao ver 3 Red Bull´s no pódio?

    • Felipe Paranhos disse:

      Não é um fracasso. Você já parou pra pensar que, quando eles se inscreveram pra correr, disseram a eles que todas as equipes, inclusive a Ferrari, só iam gastar uma quantia X? E, que de um dia pro outro, essa regra caiu? As equipes só têm um ano e meio. O que a Lotus, por exemplo, tem feito em um ano e meio é louvável.

  17. Quem critica o discurso do monte, realmente nunca trabalhou, de fato, numa corrida. Jornalistas e espectadores tem o mesmo ponto de vista por um simples fato: Nunca ticeram um contato maior do que assistir à uma corrida. Tudo bem, o erro foi do Felipe e ponto. Porém, não existe justificativa para um carros 5 segundos mais lento com um cara que não tem o mínimo cacoete para o ofício. Sou a favor não só do terceiro carro como também de equipes grandes poderem vender ou alugar seus bólidos, como na década de 70. Talvez isso nivelasse pelo menos um pouco p desempenho de quem está na F1 só por aventura, sem arriscar ninguém, porque convenhamos, é a mesma coisa que você estar num BMW e passar um carro 1000 na subida da Serra. E tenho certeza de que vcs xingam.

    • Felipe Paranhos disse:

      Você acha realmente que um cara que corre profissionalmente há 13 anos em categorias de grande importância (F3 Inglesa, World Series, A1GP, Superliga, F1) não tem o mínimo cacoete para o ofício? Narain é um piloto profissional, não está na F1 por aventura. Pode não ser um grande piloto, mas hoje em dia ninguém corre na F1 se não for um piloto de verdade.

      Com terceiro carro pras equipes grandes, vai acontecer a mesma coisa que quase aconteceu em 2010, e a F1 teve de correr atrás das pequenas, abrindo vagas no grid: as pequenas morrem, ficam 5 ou 6 grandes e médias, 18 carros no grid, e a F1 no limite de romper um importante termo contratual com seus parceiros comerciais.

    • Verde disse:

      E outros aparecem e dizem ser inaceitável que um carro seja cinco segundos mais lento que um Red Bull, ai, ai…

      Como diria meu avô (se ele soubesse português decentemente), tomem tenência! Até dez anos atrás, ninguém reclamava por um carro ficar cinco segundos atrás. Ou seis. Ou oito.

      Essa é a “geração Felipe Massa”: começa a ver Fórmula 1 na época dos 20 carros e acha que ter 24 é o ó do borogodó.

  18. André disse:

    É simples, o Massa errou e chorou, e tomou uma baita carcada do Kart. Aí o Montezemolo teve de buscar algo minimamente bom para o interesse dele.

  19. cleber disse:

    Nem se a Ferrari colocar 20 carros na atual fase ganharia das 2 Red bull.O que precisa mesmo é de bons projetistas e boas soluções.

  20. Jacaré e Capivara do Tietê disse:

    A F1 cada vez mais esotérica, o Montezemolo pregando, o Frank Williams fazendo ponto na sexta, as Lotus meditando qual é a verdadeira no caminho, a Virgin sendo sacrificada, o Touro Ápis Vermelho sendo venerado, o Kubica escapando por milagre.. tem de chamar o Kimmi Raikkonen de volta, ele e os seus “Florais de Smirnoff”.

  21. tom disse:

    Felipe, Toyota, Honda e BMW andavam no meio do grid e hoje a Force India e a Toro Rosso de pequenas ja ta bom. Foi um prazer debater com vc.

    • Felipe Paranhos disse:

      Toyota e Honda gastavam bilhões, Tom. BILHÕES. Alguns orçamentos da Toyota passaram de 1 bi por ano. Isso é um absurdo inviável, é impossível manter um esporte, qualquer que seja ele, com estes custos. Uma hora quebra.

  22. tom disse:

    Mauricio, o Alonso nao esta em pauta. Vamos nos ater ao assunto das equipes e nesse caso todas sao arrogantes e defendem seus pontos de vista com unhas e dentes. Olha vc por exemplo, deve ser torcedor do Massa e por isso critica o Alonso, a pontuacao do ano passado e a deste ano mostram bem a diferenca entre os dois e afinal, o Massa ultrapassou quem ano passado? Vc dormiu por isso nao viu. Ano passado com raras execoes ninguem passava ninguem. Tavez por isso este ano exista a asa movel e novamente o kers. Falei.

  23. tom disse:

    Verde, quer ver corrida com 30 carros, entao va assistir a indy. So que la os caras nao tomam 5, 6 ou ate 8 segundos.

    • Verde disse:

      Não tomam porque todos os carros são iguais, oras. E porque Milka Duno e Francesco Dracone não estão no grid.
      No mais, vejo a Indy, sim. E ando achando uma categoria muito mais legal do que essa Fórmula 1 de lolitas.

      Mas, porém, no entanto, todavia, neverthless, eu poderia dizer a quem quer a Fórmula 1 um puleiro de 15 carros de ponta para ver a superempolgante DTM.

      Que é, na verdade, uma categoria chata pra cacete.

  24. Marcelo disse:

    Avisa o Montezemollo que carro mais lento na pista não é desculpa, muitos reclamam dos retardatários, mas olhem a diferença abaixo no grid da Inglaterra em 1986!

    Chega ser GRITANTE, quase 12 segundos o carro mais lento do grid, uma Osella que o pole Williams! E não foi um caso isolado, em várias classificações era comum o pole ser 10, 12, 15 segundos mais rápido que o último carro do grid. Hispania é ruim, mas já teve carro muito pior no passado, Felipe Massa cometeu um pequeno erro, que custou caro, paciência…não vi culpa nenhuma no indiano.

    http://www.statsf1.com/pt/1986/grande-bretagne/grille.aspx

    1. N.PIQUET(pole)
    Williams Honda
    1’06”961

    26. A.BERG(último colocado)
    Osella Alfa Romeo
    1’18”319

  25. Eduardo Azeredo disse:

    “O q vale mais: Uma equipe mendiga sem patrocinio ou o terceiro carro de uma Red Bull ou McLaren?”

    Perguntinha – E se fosse o terceiro carro da Red Bull lá em 2005 quando ainda era apenas a continuação da Jaguar com, dando a chance de gente do calibre de Liuzzi e Klien poderem correr sempre sem precisar alternar o carro 2 da equipe? Seria tão “valioso” assim?

    A possibilidade de uma equipe estar ali dentro e com trabalho e organização crescer é importantíssimo! A Hispania que não tinha condições de correr na Austrália hoje briga com a Virgin enquanto a Lotus briga pra colar no pelotão intermediário.

    A Ferrari devia lembrar que se voltar a ter foguetes como o modelo de 1980, uma F1 mais restrita a deixaria com a última posição do grid.

    Ninguém entra na Fórmula 1 com uma estrutura 100% nova e já na primeira temporada acompanha o ritmo de equipes já calejadas. Justamente por causa da excelência das equipes ali presentes. E é exatamente o que acontece com as equipes que entraram em 2010.

  26. Sejamos sinceros. Ter tempo no automobilismo não significa ser um bom piloto. Vide Riccardo Patrese. Para estar no automobilismo basta ter dinheiro. Não venha com este papo de que ninguém corre na F1 se não for um bom piloto. Lembra do Yuji Ide? Pois é, grana compra qualquer vaga. E sou contra encher o grid sem qualidade. Tamto de carros quanto de pilotos.

Deixe uma resposta para Eduardo Azeredo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.