Gol. E é da Superliga

Felipe Paranhos

A Superliga ainda não conseguiu angariar a popularidade prevista quando de sua criação, no ano retrasado. Mas, após experimentar Superleague: The Game, até quem nunca assistiu uma corrida da categoria vai se interessar pelas disputas entre carros-clubes. Há algum tempo estava com esse texto pronto, mas aproveitei o início do campeonato de 2010, neste fim de semana, e pus aqui a minha avaliação.

Para os mais severos, que desejam realismo, uma boa notícia: o jogo usa aspectos — como as informações da tela — em rFactor, como se fosse um Mod do ótimo simulador da ISI. E é baseado na engine gMotor 2, o que garante às disputas uma boa dose de verdade.

Não há muita criatividade nos modos de jogo — o que é um elogio, pois não há minigames e presepadas do gênero. No básico Single Race e Tournament, você pode jogar provas avulsas ou disputar a temporada 2009 da categoria.

Os carros são bastante fiéis à realidade. Por outro lado, a ausência dos nomes dos pilotos é um ponto negativo. É verdade que os representantes dos clubes variam muito corrida a corrida, mas devia ser possível escolhê-los entre nomes que já vestiram os macacões dos times, ou pelo menos editar nomes, colocando quem a gente quisesse como adversários. Melhor assim do que correr contra Milan, Galatasaray e Sevilla — e não contra Giorgio Pantano, Ho-Pin Tung e Sébastien Bourdais.

Mesmo assim, o jogo vale muito a pena, até porque cobre uma fraqueza do rFactor: o modo contra o computador. Os adversários erram mais ou menos, são mais ou menos agressivos, o que traz o imponderável, tão comum às corridas, para a tela do seu PC. Outro detalhe importante é o amplo espectro de configurações no carro e na atividade de pista.

Uma, duas ou três corridas por circuito no campeonato, tempo de cada sessão, número de voltas e oponentes… As variáveis são muito grandes, o que aumenta o “tempo de vida útil” do jogo. Para os menos habituados ao mundo da simulação de corridas, uma boa notícia: o carro não é difícil de pilotar, mas ainda assim a condução não é “dura” como em jogos arcade — você sente a cada curva e reta o impacto de uma modificação em nível de combustível, pneus, pressão de freio…

Você pode adquirir Superleague: The Game no próprio F-Experience/Superleague-Formula-2009-The-Game" target="_blank">site da categoria. Eis o trailer do jogo:

44 respostas para Gol. E é da Superliga

  1. Tuta disse:

    Perdoe-me a pergunta, mas em relação ao GP4, qual é a posição?

    • Felipe Paranhos disse:

      Eu gosto mais dos simuladores tipo rFactor. Mas acho GP4 um jogo bem legal, sim. Não é um simulador fiel, mas confesso que não consigo aproveitar tudo o que eo rFactor me oferece.

  2. Rafael Leite disse:

    Isso ai.

    Foi um jogo desenvolvido pelo pesso da CTDP (http://www.ctdp.net), que fazem MODS para o rfactor.

    Temos uma liga de RFactor que segue o calendário da F1 2010, com os carros de 2010. Ontem tivemos a noite as 56 voltas de Sepang.

    Apareça por lá se interessar.

    http://www.velocidadevirtual.org

    • Felipe Paranhos disse:

      Legal, Rafael, não sabia. Eu corro no F1BC, mas tô ainda em fase de aprendizado brabo. Não tô andando bem nem de Superclio, vai demorar um pouco pra eu chegar num F1. Abraço!

  3. Ajean Santos disse:

    Olá Felipe…

    Eu tambem sou piloto virtual da F1BC, BRSD, e temos um clube, essa temporada temos 2 campeonatos que são pra iniciante mesmo, Superclio para turismo e Formula Nippon para formulas, entra lã, vc vai gostar.
    http://www.3wideclub.com

    Ate mais… GREEN FLAG… GO, GO, GO.

  4. Vantoil Lima Jr. disse:

    Tem chuva nesse jogo ou é igual ao Rfactor.

    Se você gosta de jogar contra o computador, vale a pena ter alguma versão do Race07. Eu tenho o STCC the game, que além dos F3000 tem um mod legal da F1 de 2007.

  5. Pingback: Tweets that mention Gol. E é da Superliga | Blog GP -- Topsy.com

  6. Arthur Cerri disse:

    E aew Felipe!
    Trocou aquele volante da cRone já?

  7. Gustavo Oliveira disse:

    Não jogo nada desde que fui declarado dependente quimico do Colin McRae Rally, mas vou experimentar o da Superleague, que poderia ser na faixa, né? Alguém sabe se existe algum jogo baseado em Le Mans, algum bom?

  8. Pedro Fetter disse:

    Eu correria feito louco no rFactor se eu tivesse um volante, mas o jogo não oferece opção viável pra quem se arrisca no mouse. Dou pau em vários de G25 pilotando com mouse no Live for Speed e GTRs, mas realmente não tenho grana pra um brinquedão desses…

  9. André disse:

    Tuta, pelamor, deixe a série GP do Geoff Crammond morrer com dignidade. Ela já teve seus dias de glória, mas ninguém mais na comunidade a leva a sério.

    Sobre o sim da Superleague, me recuso a pagar um centavo por, essencialmente, um mod de rFactor. E nem acho os mods da CTDP lá essas coisas. Eles se concentram demais na parte gráfica e esquecem um pouco da física e da modelagem de comportamento de pneus.

    Sei que é um baita investimento, tanto em tempo quanto em dinheiro, mas vocês deviam experimentar o iRacing da lenda David Kaemmer. Até a SimBin lançar seu Lizzard Engine e a ISI a próxima geração do gMotor, é até covardia comparar o iRacing com qualquer coisa baseada no gMotor2, ou seja, basicamente quase tudo disponível hoje em dia.

  10. lastikas disse:

    Não conheço os simuladores, mas o jogo mais emocionante que eu joguei foi Race Driver: Grid. Tem uma boa dose de realismo e gráficos muito bacanas.

    • Pedro Fetter disse:

      Grid é tão arcade quanto o novo Need for Speed. Como as empresas colocam os carros nesses joguecos, e nos grandes simuladores de PC, nada? Ô tristeza…

      • Felipe Paranhos disse:

        Porque arcade pode ser tão bom quando simulação. Depende do que você espera. Tem mais gente que não tem saco pra ficar percebendo o que acontece no carro quando você mexe na barra estabilizadora. O negócio é correr, ultrapassar, frear, bater. Gosto disso também.

        • Pedro Fetter disse:

          Isso é verdade… mas desanima um pouco quem gosta dos simuladores mais ‘hardcore’. Audi R10 e F3 Dallara? No arcade tem. No simulador, pra quem gosta da coisa a ponto de tentar chegar o mais perto possível da realidade, mesmo sendo mais chato e trabalhoso? Aí que se contente com o rF3 e o Howston, fictícios, ou corra atrás de mods feitos por usuários, sem licença ou apoio algum…

  11. Carlos Henrique disse:

    Parece legal este jogo…
    Não falem mal da série GP hehe, faço parte da organização do Fórmula GP2, campeonato que em 2011 completará 10 anos de existência recriando a F1 desde a sua corrida inicial nos anos 50, neste mês iniciaremos a temporada 1983. Ao longo destes 10 anos realizamos outras importantes disputas do automobilismo mundial como o WSC, 24 Horas de Le Mans, 500 Milhas de Indianápolis entre outros. Na última temporada tivemos média de 25 participantes por corrida, uma marca considerável em se tratando de um jogo tão antigo.
    http://www.f1mania.net/gp2

  12. Raoni disse:

    Já andei uma vez de Rfactor e achei os gráficos bem reais, mas preferi na física o GTR2, às vezes pode ter sido o mod também. Mas cada um tem lá suas qualidades e defeitos.

    Mas pra mim até o hoje o velho e ótimo (e imortal) Grand Prix Legends – ou simplesmente GPL – é imbativel. Não tem preço a satisfação de andar naquelas baratas e pistas dos anos 60.

    Enfim, tem simulador para todos os gostos. Quem ganha somos nós, fãs do automobilismo!

  13. Boa Felipe, uma dica interessante. É praticamente um rFactor, em forma de game avulso eu diria. Essa turma do CTDP sempre faz mods competentíssimos, praticamente um outro “jogo” mesmo.

    Vê se volta logo para as pistas, teu clio está com umas teias de aranha! Próxima temporada (inscrições se abrem em duas semanas), vamos manter F-BMW, Superclio e Indy Light pra “novatos”, e teremos mais uma categoria. Já prepare uma quarta e uma quinta quinzenal aí!

    Se bem que você já é pra ser chefe de equipe hein, colocar os estagiários novos do GP pra suarem a camisa, enquanto você fica lá no TS falando “você tem que ultrapassa-lo nas próximas duas voltas!”

    Abraços!

  14. Rafael Leite disse:

    Respondendo:

    Jogo em LeMans:

    rFactor com os MODS Enduracer v1.2 ou Lemans Series 2.75 full.

    Dia 25 vamos fazer na nossa liga as 24voltas de LeMans com o MOD Enduracers. 10 Carro por categoria.
    visite: http://www.velocidadevirtual.org

    O colega que falou do teclado.. Amigo, tem MOMO no mercadolivre por 350,00.

    Liga brasil como Iracing:

    http://www.ligaivr.com.br

    O iRacing é realmente fodástico, mas esse negócio de comprar pistas, ser mais focado em ovais não me atrai. Até o fim do ano com pistas européias e carros diferentes, ai sim…assino por 2 anos.

    Se quiserem se divertir com o rFactor por enquanto, dia 25 iremos fazer um evento na nossa liga, as 24 voltas de leMans com o MOD enduracers v1.2 (com o sem o SP1 dependendo se sair a tempo).

    Basta se registrar no fórum: http://www.velocidadevirtual.org

    Na T2 2010 teremos:

    Peugeot 207 Challenge
    F3 Series
    GP2 World Series
    WTCC Extreme
    FIA GT (GT1 e GT2 na pista ao mesmo tempo).

  15. Giovanni disse:

    O jogo nada mais é do que um MOD (versão atualizada com os carros da categoria) para o rfactor. Nada demais, mas é legal. A versão free vale por 60 minutos. Mas, realidade pra sentir o carro, prefiro o GTR2.

  16. Olá Felipe, tudo bem? O meu nome é Gustavo Coelho e eu vou comentar a temporada 2010 da Superleague Formula pelo Esporte Interativo, que detém os direitos de transmissão para o Brasil. Escrevo para dizer que você e o pessoal do Grande Prêmio podem tirar dúvidas comigo sobre horários de transmissão da categoria aqui no Brasil. Na primeira etapa, vi que você ficou em dúvida sobre qual seria o horário da largada das corridas. A partir da segunda etapa – marcada para Assen, no dia 16 de maio – eu posso ajudar você com isso e até passar algumas informações que a organização da Superleague libera para a gente. Grande abraço!

  17. Moacyr J. Silva disse:

    hehe… eu debulhava no GP4, agora há quase 2 anos no Rfactor, confesso que ainda tenho muito a aprender…

    Felipe, seu volante é bom, tive um desses, e o unico pecado é a falta de FFB, que nos Mods de F1 realmente vai fazer muita falta…

    Mas pra correr de turismo é muito bom , se interessar, Além do campeonato principal de F1, criamos um de PEUGEOT 207 SUPER 2.0 , um ótimo Mod, se gosta do SuperClio , vai adorar o 207…
    1 x por mes sem estress , só diversão !!!!!!
    apareça…
    http://www.gp4fun.com.br/forum
    http://www.gp4fun.com.br

  18. Luiz Batista disse:

    Off-topico, pero no mucho: alguém já jogou o Turismo Carretera (vulgo SimuTC)? Se sim, é possível fazer uma comparação em relação ao rFactor?

  19. Ellery Souza disse:

    acho que eles teriam muito mais visibilidade se bancassem um mod pra rfactor, eu nao pago pelo rfactor de novo.

  20. alberto disse:

    Respondendo a algumas questões:

    – Turismo Carretera, assim como Superleague, e Top Race (feito também por argentinos) são mods pagos para o rFactor. Não achei nenhum deles grandes coisas, na verdade testei as conversões para o rFactor que existem por aí. Se gostasse, teria comprado os jogos.

    – iRacing é o melhor simulador da atualidade. Existe sim liga para o iRacing http://www.ligaivr.com.br . O ponto negativo é o custo e ainda faltam implementar várias funções no jogo para aproximá-lo da simulação.

    – Discordo do comentário acima que afirma que CTDP preza pela parte gráfica em detrimento da física. CTDP e F179 com Realfeel é o que há de melhor em física no rFactor e só fica atrás do iRacing na minha opinião, batendo os simuladores da Simbin. Outro mod de monoposto que saiu recentemente é o Fórmula Armaroli, física que (com realfeel) parece ser melhor ainda que o CTDP. O mod é uma prévia do jogo desenvolvido por uma empresa brasileira.

    – Ao Pedro Fetter: alguns mods feitos por usuários superam e muito a qualidade do conteúdo default do rfactor, pode confiar. Muitos trabalham com dados reais nos carros, com acurácia maior que o conteúdo original do jogo.

    – Gosto bastante dos simuladores da Simbin, mas o multiplayer não ajuda, principalmente para alguém com uma net lenta, como eu.

    – rFactor 2 vem aí.

    Abs

  21. André disse:

    Nem esse tem chuva?
    E tem gnt q acha o GP4 ruim…
    E a IA da CPU?
    Tá mais próxima da do GP4?
    Ou continua ruim?
    Tá dificil superarem o GP4,jogo com 8 anos já,em todos os aspectos,hein?

  22. Sergio Milani disse:

    Baixei o jogo….achei até interessante!

  23. André disse:

    Opa, tinha esquecido desse post. Respondendo as perguntas sobre o iRacing:

    Meu PC pra jogos é um i920 @ 4.2ghz, EVGA X58 Classified, 3x2gb G.Skill PI e 2×4890 em Crossfire. Jogo numa LCD de 46″ Série 6 da Samsung.

    O iRacing é mais pesado que o gMotor2, mas nada de outro mudo. Uma máquina BEEEM mais modesta consegue rodar com folga. Uma 4850 e um C2D overclocado na faixa de 3.8ghz leva com o pé nas costas o iRacing até 1680×1050. Meu volante é um G25 com mods até o osso.

    Sobre o preço: depende muito do plano. Eu fiz a assinatura de 1 ano por 99 doletas com direito às ligas básicas, algumas pistas e carros. Você vai ganhando acesso às ligas superiores dependendo do seu desempenho. Carros, categorias e circuitos variam de $5 até $19,90, se me lembro bem. O melhor é pesquisar no site, pois as opções são realmente vastas.

    As corridas são de altíssimo nível, até hoje não encontrei nenhum troll nas pistas, mesmo porque é ban quase que automático.

  24. André disse:

    Ficou faltando responder sobre ligas. Que eu conheça, são 2 ou 3 ligas aqui no Brasil. Eu participo de uma liga “globalizada”. Corremos juntos desde os tempos do SCGT e dos dias de glória do Race Sim Central há uns 200 anos, hehe. Ah, e uma boa conexão com um ping decente é imprescindível, por melhor que seja o netcode do iRacing.

    O suporte de ligas é absolutamente inacreditável. Novamente, é complicado explicar com mais detalhes aqui, sugiro uma pesquisa que você encontra muita coisa a respeito. 99% das ligas são muito amistosas e prestativas, é bem tranquilo achar um lugar pra correr.

  25. André disse:

    Felipe, quando digo que as sessões são de altíssimo nível me refiro que não é nada que se vê em servers públicos com aquele bando de idiotas que entram só pra estragar a diversão de todos, batendo, correndo no sentido contrário e comportamentos afins.

    Mas é vero que o nível habilidade do pessoal assinante do iRacing é um pouco mais elevado que a média. Afinal, trata-se de um produto voltado exclusivamente pro sim-racer hardcore, calejado de batalhas d’antes, hehe.

    Mas como disse, há vários níveis e quem entra começa por baixo. Quando comecei, pelejei e continuo pelejando bastante pra ser minimamente competitivo na minha categoria. O engine é único e tive que me livrar de vários vícios que carregava de outros simuladores que usava pra “enganá-los” e ser irrealmente rápido – ultra-esterço e tail braking no gMotor, fast-in fast-out no GPL, setups absolutamente fatasiosos e por aí vai.

  26. JCMoreira disse:

    Falando nisso, quando vamos poder vê-lo de novo nas pistas de AV?
    Vai ter GT agora.

    Julio Moreira
    DRAGON

  27. Pingback: Games velozes: Superleague – The Game

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.